Arquivo de junho, 2011

COMENTÁRIOS [+]

O poeta da vila – verão 2012

Categoria: Sem categoria

Noel Rosa foi o primeiro compositor da história da música brasileira a mostrar que tudo – paixão, sexo, miséria, política e corrupção – poderia ser convertido em música. Na obra de Noel, moças de família deram lugar a mulheres comuns, a operárias da fábrica de tecidos de Vila Isabel ou às damas dos cabarés da Lapa. Com Noel, o samba desceu à cidade e a “soçaite” subiu o morro.

Poeta da Vila, filósofo do samba, cronista do Brasil… Sem dúvida alguma, marco fundamental na formação da música brasileira do século XX. Compôs letras de simplicidade absoluta, fazendo uso da palavra com propriedade extraordinária, humor excepcional e espontâneo, como que num encontro autêntico entre o saber letrado e a sabedoria popular. Mas, a grande marca de seu legado
foi ter conseguido, com sua arte, o que ninguém tinha feito antes no Brasil: uniu crônica e poesia. Estas manifestações, a princípio antagônicas, se tornaram
letra e música na sintonia do compositor.

Em maio de 1937, o violão de Noel silenciaria para sempre. Ele morreu aos 26 anos, deixando mais de trezentas composições. Embora sua obra nos retrate perfeitamente o universo musical e social dos anos 1930, ainda hoje, influencia músicos e letristas. Frente ao abismo social dos nossos dias, Noel Rosa é respiro e inspiração. Só ele cerziu tão bem as diferentes faces do Rio de Janeiro, com o ponto de bordado musical da cultura carioca.
Respiro em outros tempos: a coleção de verão 2011/2012 desenha a alegria melancólica de um baile de carnaval da década de 1930. Corsos, batalhas de confete, essência de lança-perfume. Registros em preto e branco. Ironia e auto-ironia… Seda, shantung, linho e tule. Um pierrô apaixonado, marinheiros e colombinas, confete e serpentina. Uma época de ouro, uma nostalgia art-déco dos anos 30  e algo em torno de um amor que não esqueço.

“Luto preto é vaidade de quem se veste a rigor, o meu luto é a saudade e a saudade não tem cor.” (Noel Rosa)

Ronaldo Fraga – verão 2012

COMENTÁRIOS [+]

Categoria: Loja